Problemas comuns de visão


Sempre reforçamos em nossas publicações a importância de visitar sempre o oftalmologista, para que problemas como aumento de grau ou saúde ocular sejam detectados rapidamente. Quanto mais cedo for detectado um problema oftalmológico, maior a possibilidade de sucesso no tratamento. Veja quais são os sintomas e doenças mais comuns, que curados logo no começo, evitam o pior:

Visão embaçada

A visão embaçada, ou a incapacidade de ver os objetos de uma forma nítida, pode ser causada por uma série de fatores, entre outros a miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia. Conheça mais sobre cada uma clicando aqui.


Olhos vermelhos

Qualquer pessoa pode ficar com os olhos vermelhos ocasionalmente. Geralmente, é uma situação temporária e nada preocupante, mas você deve ficar atento e procurar ajuda se necessário. A vermelhidão nos olhos pode ser causada por:

• Cansaço 
• Alergias 
• Uso de lentes de contato durante mais tempo do que o recomendado 
• Lentes mal cuidadas 
• Lentes mal adaptadas 
• Sensibilidade aos materiais das lentes ou às soluções 

Para manter os seus olhos com aparência e sensação de frescor:

• Use as suas lentes apenas durante o período recomendado
• Observe as rotinas de limpeza recomendadas
• Lave as mãos antes de manusear as suas lentes
• Proteja as suas lentes contra danos e calor, ou frio extremo


Se os seus olhos estiverem vermelhos e sentir desconforto ou visão deficiente, deve contatar imediatamente o seu oftalmologista. 


Olhos Secos

Os seus olhos mantêm naturalmente um filme de umidade saudável e confortável. Mas os ambientes superaquecidos ou com ar condicionado, ou o uso prolongado do computador, o fumo, o pó ou o vento podem causar o seu desequilíbrio, fazendo com que as lentes de contato fiquem desidratadas, e os olhos fiquem secos ou irritados.

Embora seus olhos, em geral, se recuperem por si mesmos, existem algumas coisas que você pode fazer para ajudar:

• Experimente usar gotas umidificantes recomendadas pelo seu oftalmologista;
• Use as suas lentes apenas durante o período recomendado pelo seu oftalmologista;
• Limpe corretamente as suas lentes, reduzindo depósitos e outras formações superficiais;
• Pisque com maior frequência, para manter um filme de umidade confortável;
• Se você sofre regularmente com a sensação de olhos secos durante o uso de lentes de contato, considere o uso de uma lente de silicone hidrogel desenvolvida para manter a hidratação.


Alergias no olhos

Os seus olhos são um alvo fácil para alérgenos e substâncias irritantes, porque, tal como a sua pele, estão expostos e são sensíveis. As alergias nos olhos também são conhecidas como ‘conjuntivites alérgicas’, e constituem uma reação a alérgenos do interior e do exterior, como pólen, bolores, ácaros do pó ou pêlos e pele de animais domésticos. Estes atingem os seus olhos causando inflamação da conjuntiva, o tecido que reveste o interior das suas pálpebras e ajuda a manter úmidas as suas pálpebras e o globo ocular. As alergias nos olhos não são contagiosas.

Outras substâncias irritantes, como sujeira ou fumaça, cloro, etc. e mesmo vírus e bactérias, podem aumentar o efeito das alergias nos olhos, ou causar sintomas de irritação similares às alergias nos olhos em pessoas que não são alérgicas. Certos medicamentos e cosméticos também podem causar tais sintomas.

Sintomas dessas alergias

Se o seu olho sentir algum alérgeno ou substância irritante, o seu organismo liberará umas substâncias químicas chamadas de histaminas, as quais, por sua vez, causam uma inflamação. Os sintomas comuns das alergias nos olhos resultam desta inflamação.

Eles ficam vermelhos, com prurido, ardem, lacrimejam e ficam inchados com uma sensação de areia nos olhos. Estes sintomas podem ser acompanhados por um nariz escorrendo ou coceira no nariz, espirros, tosse ou uma dor de cabeça bem na região central da testa. Também pode ficar com a sua visão temporariamente embaçada, ou sentir-se distraído, improdutivo ou cansado.


fonte: Johnson & Johnson