Exames oculares, pt 1

Semana passada tivemos um post explicativo sobre a ceratometria, e hoje mostraremos quais os tipos de exames que medem a curvatura, necessária para novos usuários de lentes de contato, e também para o diagnóstico de doenças:

Topografia de córnea: Realiza o mapeamento topográfico do relevo da córnea. Também colabora para a identificação precoce de doenças. Ajuda na adaptação de lentes de contato, no diagnóstico para cirurgias refrativas, catarata e transplantes de córnea. 
Para se obter um resultado, o aparelho projeta anéis luminosos na córnea, capturando a imagem por uma câmera e repassando para um computador, que apresenta o resultado calculado por um mapa, especificando cada região com cores diferenciadas. O paciente deve suspender o uso das lentes de contato (caso já seja usuário) cinco dias antes do exame ser feito. Caso o médico autorize o uso, deve constar essa informação no pedido do exame.

Tonometria de Contorno Dinâmico: também conhecido como Tonometria de Pascal, mede a pressão intraocular, fornecendo um outro parâmetro chamado Amplitude de Pulso Ocular, ou seja, uma medida contínua da perfusão ocular, refletindo o fluxo sanguíneo de acordo com o pulso cardíaco. 
Para se chegar a um resultado, é necessário utilizar um sensor eletrônico no centro de uma ponteira, responsável por registrar a pressão intraocular 100x por segundo durante todo o ciclo cardíaco. Este aparelho é acoplado a uma lâmpada de fenda, para fornecer automaticamente as medidas no visor de cristal liquido, e consequentemente, exportados para a tela do computador. 
É necessário suspender o uso de lentes de contato no dia do exame.

Biometria Ultrassônica: Mede o comprimento axial do olho e utiliza dados de ceratrometria para calcular o valor da lente intra-ocular. Muito utilizado para implantes, como cirurgia da catarata. 
Uma sonda é utilizada e aplicada à superfície da córnea, emitindo sons em alta frequência. Com as ondas refletidas durante um período de tempo, é possível calcular a distância entre as córneas.
É recomendável suspender o uso de lentes de contato 3 dias antes do exame, caso já seja um usuário. 

Exofalmometria: Mede o grau de protusão do globo ocular. Auxilia o diagnóstico de doenças orbitárias, como tumores e hipertireoidismo. O procedimento é simples, realizado em adultos e crianças com uma régua ocular, medindo a protusão ocular.

Microscopia Especular de Córnea: fotografa as células do endotélio (camada profunda da córnea). Este exame permite a análise quantitativa e qualitativa das células, como formato, tamanho e quantidade e são muito úteis em pré-operatórios de cirurgias de catarata, glaucoma, transplante de córnea e outras doenças. Resumidamente, este exame colabora para a exposição do comportamento da córnea do paciente depois de uma agressão cirúrgica. É necessário suspender o uso de lentes de contato no dia do exame.

Campimetria: um exame computadorizado que detecta e quantifica anormalidades no campo visual, além de monitorar a evolução de tratamentos clínicos e/ou cirúrgicos. Utilizado para avaliação de defeitos causados no campo visual por conta de doenças neurológicas.
O exame é feito com o auxílio de um programa, que estimula com luz vários pontos da retina e o paciente responde a esses estímulos utilizando um controle manual. Dependendo do resultado que se deseja obter, os estímulos podem ser diferenciados. Muito utilizado em casos de neuropatia, glaucoma e alterações retinianas e plástica ocular.

Paquimetria ultrassônica: Mede a espessura da córnea com um ultrassom, utilizado em casos de glaucoma, ceratocone, cirurgia refrativa, edema de córnea e outras doenças. Trata-se de um exame rápido, que exige que o paciente fixe os olhos em um ponto determinado pelo médico, assim a sonda ultrassônica mede especificamente a espessura corneal. É necessário a suspensão do uso de lentes de contato 5 dias antes do exame.

Orbscan: Analisa todas as camadas da córnea simultaneamente: curvatura, diâmetro, elevações, espessura e profundidade da câmara anterior. Utilizado em casos de pacientes que farão cirurgias refrativas, catarata, tratamento clínico ou cirúrgico.
Para obter um resultado, o exame consiste em capturar imagens sem contato direto com os olhos do paciente. É necessário suspender o uso de lentes de contato 5 dias antes do exame.

Fonte: Hospital dos Olhos