A origem dos óculos

Você já parou para pensar onde e quando surgiram os óculos? Pois bem... a palavra ÓCULOS é derivado do termo ocularuim, na Antiguidade Clássica. Era uma peça acoplada nas armaduras dos soldados, para que eles pudessem enxergar durante as batalhas. Mas somente no século I d.C que surgiram as primeiras lentes capazes de corrigir nossas conhecidas patologias e eram feitas de pedras semipreciosas, cortadas em tiras finas e serviam para enxergar de perto. 

O responsável pela criação atendia por Alhazen, um matemático que formulou uma teoria sobre a incidência de luz em espelhos esféricos, isso em 1000 d.C. Como os monges trabalhavam por horas a fio nas grandes bibliotecas europeias, eles foram os beneficiados com os primeiros objetos criados. Mas somente em 1270, na Alemanha, que foram criados os primeiros óculos com aros de ferro e montados com rebites, muito parecidos com um compasso. 

Os modelos que foram mais usados no século XV eram o Pince-nez e o Lornhons, mas as hastes não eram fixas, essas que surgiram somente no século XVII, para apoiar o óculos nas orelhas. Em terras brasileiras, os objetos surgiram no século XVI, junto com a colonização portuguesa, e eram usados por religiosos jesuítas, funcionários da coroa, colonos e homens cultos. 

Alguns registros históricos dizem que antigos egípcios inventaram óculos no século V a.C feitos com lentes de vidro sem grau. Já as lentes bifocais estão datadas em 500 a.C, em meio à registros do filósofo chinês Confúcio, mas funcionavam apenas como um adereço pessoal, com lentes feitas de vidro e sem grau.

Os óculos se modernizaram a partir de 1284, na Europa depois de algumas experiências realizadas por Robert Grosseteste e Roger Bacon. No século XIX, além dos modelos habituais, também podiam ser encontrados modelos com somente uma lente, conhecidas como monóculos, e também lentes sem armação.

Os óculos bifocais com grau surgiram em 1785, assinados por Benjamin Franklin, com duas lentes em frente a cada olho e fixados em uma armação. Como eram muito caros naquela época, eram utilizados somente para leitura, mas com o passar dos anos, com a utilização de matérias primas mais econômicas e com o avanço da tecnologia, foi possível comercializar e produzir em grande escala os mais variados modelos de óculos, e hoje servem para correção de refrações visuais de todos os tipos.