Ômega 3 no combate a cegueira

Já sabemos que diversos alimentos são ricos em vitaminas que beneficiam e muito a saúde, mas uma matéria publicada pela Folha mostrou que o ômega 3, presente em diversos peixes, pode oferecer benefícios também à saúde ocular, prevenindo a retinopatia diabética e a cegueira em bebês prematuros.


A retinopatia é  desenvolvida por conta de má formação nos vasos sanguíneos da retina, que pode levar a perda total da visão. O ômega 3 tem um papel importante para o combate da doença, pois seus ácidos graxos reforçam a membrana celular no sistema nervoso. Pesquisadores do Hospital Infantil de Boston (EUA) mostram que a vitamina limita o crescimento patológico dos vasos sanguíneos denominados neovasos, que provocam hemorragias no interior do olho e, em quadros mais graves, glaucoma e descolamento da retina.

Casos de cegueira em bebês prematuros também podem ser convertidos com o ômega 3. Os vasos sanguíneos da retina começam a se desenvolver após 3 meses da gestação, e completam este ciclo logo no parto. Quando o bebê nasce prematuramente, este desenvolvimento pode crescer de maneira anormal, e a vitamina pode 'normalizar' o quadro.

Lois Smith, oftalmologista responsável pela pesquisa, ressaltou que o ômega 3 pode ser confundido com as modernas dietas ocidentais, que contém um alto índice de ômega 6, as quais possuem uma quantidade alta de gordura, presentes em óleos vegetais, que aumentam o risco de uma série de doenças. Durante o estudo, alguns ratos foram alimentados com ômega 3, e outros com ômega 6. O primeiro grupo teve uma redução de quase 50% do crescimento dos vasos sanguíneos na retina, comprovando a ação como agente protetor. O segundo grupo não apresentou nenhum resultado satisfatório.

Só nos Estados Unidos, a retinopatia afeta 4,1 milhões de pessoas com diabetes - um número que tende a dobrar nos próximos 15 anos - e afeta muitos recém-nascidos prematuros.