Ahhh o verão!

Quem acompanha o nosso blog já percebeu que sempre reforçamos a importância de escolher os óculos adequados, de proteger a saúde ocular para evitar problemas futuros, e principalmente, que hábitos saudáveis tornam essa proteção muito mais fácil. É sempre bom lembrar que a radiação ultravioleta causa consequências sérias quando descuidamos da visão, principalmente no verão, época em que o sol judia não só da pele, mas mais ainda dos olhos, e muitas doenças são consequências dessa radiação direta.

Os raios tipo B são os que possuem maior efeito sobre as proteínas do cristalino, produzindo o seu endurecimento e causando doenças como a catarata e a presbiopia precoce. A cirurgia contra a catarata requer uma implantação de uma lente intraocular para repor o cristalino endurecido, e atualmente essas lentes possuem filtro contra os raios ultravioletas.

O cristalino é o filtro dos olhos. Ele impede que a radiação solar chegue na retina, onde ficam as células responsáveis pela boa visão. Uma vez que os raios causam algum tipo de dano à essa região, as lesões podem ser irreversíveis.


O sol também é um grande vilão para a superfície do olho, causando o pterígeo, doença  da conjuntiva, membrana que recobre o branco dos olhos e reveste a pálpebra. Essa enfermidade requer tratamento cirúrgico quando causa grande desconforto ao paciente. 

Como já é sabido, a melhor maneira de evitar tais danos é se proteger: óculos com 100% de filtro contra a radiação e óculos de natação para o mergulho refrescante, evite a exposição prolongada ao sol, principalmente entre as 10h até as 14h, use bonés ou chapéus, não entre em piscinas sem tratamento, com excesso de cloro, suja ou lotada, e também praias com água imprópria para banho e areias sujas, que são as principais proliferadoras de bactérias, vírus e fungos. E claro, manter os hábitos de higiene, como sempre lavar as mãos e evitar de coçar sempre os olhos, evitando assim a conjuntivite e outros tipos de irritações.



Procure um médico caso sinta qualquer incômodo ou problema. Nunca se auto medique. O uso incorreto de medicamentos pode piorar ainda mais a situação.