Cuidado com o protetor solar nos olhos!

Esse verão é um dos recordistas de alta temperatura e obviamente o primordial é cuidar da pele com um bom protetor solar, faça chuva ou faça sol. Mas o que muita gente não sabe é que o maior causador de conjuntivite nesta época do ano é o uso incorreto do tal protetor. 

O contato do produto na região ocular pode levar a irritações, vermelhidão, ceratite, além da conjuntivite tóxica mencionada, por conta pH diferente do protetor ou bronzeador. Varia de pessoa para pessoa.  E isso pode acontecer de diversas maneiras, como passar a mão nos olhos sem querer (após ter aplicado o produto na pele) ou com o suor.

Para evitar este tipo de problema, basta tomar cuidado com atitudes muito simples: evite contato dos dedos com os olhos depois que aplicar o protetor, e caso seja necessário, lave as mãos antes. Uma bandana, boné ou chapéu também pode colaborar para que o suor não escorra para os olhos, evitando o contato do produto. Caso sinta ardência ou qualquer tipo de incômodo, lave os olhos com bastante água mineral ou soro fisiológico. Se os sintomas persistirem um médico deverá ser consultado.