Alerta para o dia nacional do combate à diabetes

O próximo dia 26 (junho) é marcado como o dia nacional do combate à diabetes e não é por acaso: cerca de 500 casos da doenças são registrados diariamente no Brasil. E é justamente neste dia que especialistas se reúnem para chamar a atenção em relação a necessidade de se mudar os hábitos de vida e evitar que o número de 13 milhões de pessoas que sofrem deste mal cresça cada vez mais.

Infelizmente este grande número se agrava ao apontar que praticamente 50% desta estatística não sabe que possui a enfermidade, e acabam se dando conta somente quando danos irreversíveis nos rins, na circulação, coração, retina e até mesmo a cegueira surgem.
Segundo especialistas, metade dos diabéticos sofrem de problemas na visão em consequência da doença, apresentando visão turva e refração de graus elevados, e a negligência ao diagnóstico e cuidados, principalmente entre os homens, são os principais causadores da cegueira à longo prazo. A retinopatia diabética é a mais comum, principalmente em portadores da doença com mais de 60 anos, pois o excesso de glicose no sangue causa lesões definitiva nas paredes dos vasos sanguíneos que nutrem a retina. Quando não tratada a tempo, ocorre o descolamento da retina e hemorragia, levando à cegueira definitiva.
Diabetes atingem cerca de 7% dos adultos entre 30 e 69 anos e chega a acometer até 17% da população com mais de 50 anos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes. Levantamento do Ministério da Saúde publicado em 2012 mostra que a doença mata quatro vezes mais do que a Aids e supera também o número de mortos em acidentes de trânsito: foram 123 mil mortes diretas ou indiretas somente em 2010.
A melhor solução para prevenir as diabetes é controlar o açúcar no sangue e a pressão sanguínea. Como? Cortar de vez o cigarro (pois acelera o desenvolvimento da retinopatia), seguir uma dieta equilibrada, evitando os exageros, praticar atividades físicas que promovem a boa circulação do sangue, visitar periodicamente o oftalmologista para realizar o exame de fundo de olho, e também o clínico geral de sua confiança, para realizar os exames de sangue e os check ups necessários para evitar que qualquer doença prejudique sua qualidade de vida.