Estudo diz que cor dos olhos determinam características da saúde e traços da personalidade

Um estudo realizado pela Universidade de Pittsburgh (EUA) e publicado pelo site inglês Daily Mail, aponta que a cor dos olhos pode dizer muito sobre a sua personalidade e saúde, afetando o tamanho da dor que uma pessoa sente, a velocidade da mente, a probabilidade de ter diabetes, eficiência em esportes e outras atividades, entre outros. Algumas destas características foram numeradas e explicadas no site de acordo com os resultados apresentados nas análises dos voluntários. Confira:
Os genes e os olhos
Até pouco tempo acreditava-se que as pessoas com olhos de cores diferentes possuíam também genes diferentes, quando na verdade a cor dos olhos é baseada em 12 ou 13 variações genéticas de cada indivíduo, segundo o especialista em ciência biomolecular da Universidade de Liverpool, Dr. Jari Louhelainen. Com isso, é possível prever em até 90% a cor dos olhos que o bebê terá antes de seu nascimento.
Já a saúde está relacionada a cor dos olhos porque tais genes determinantes são multi-tarefas. Exemplo disso é o caso de pessoas com olhos escuros, em que o NCX-4 está relacionado, responsável por controlar muitas proteínas, comumente relacionada a dor, assim como a melanina, que além disso também está relacionada a probabilidade do controle de uma doença no fígado chamada de síndrome de Dubin-Johnson e tornam ainda as pessoas de olhos castanhos mais suscetíveis ao álcool. 

Pessoas de olhos escuros ficam bêbados com mais facilidade
Este fator foi melhor investigado por outra equipe de pesquisadores, precisamente da Universidade de Atlanta. Os envolvidos observaram cerca de 12 mil pessoas, entre homens e mulheres e descobriram que os voluntários de olhos claros bebiam muito mais, e consequentemente tinham mais probabilidade ao alcoolismo, e pessoas de olhos escuros bebiam menos e ficavam embriagados  mais rápido.

Grávidas de olhos claros sofrem menos na hora do parto
Caucasianas de olhos claros podem sofrer bem menos na hora do parto. Isso porque a pesquisa aponta que elas parecem tolerar melhor a dor e a angústia do que as mamães de olhos castanhos. Foram observadas 58 mulheres grávidas e as que possuíam olhos verdes e azuis sentiram menos dor quando entraram em trabalho de parto. Também apresentaram índices menores de depressão e pensamento negativos. A doutora Inna Belfer, responsável pelo estudo, explica que ainda não se sabe o motivo de tudo isso, mas acredita-se que os fatores genéticos são os principais responsáveis.

Jogadores de tênis com olhos escuros costumam ter melhor desempenho
E a responsável por isso, mais uma vez, é a melanina, estimulando as conexões elétricas no cérebro, tornando assim as funções cerebrais mais eficientes, rápidas e sensíveis. Logo, pessoas de olhos escuros reagem mais rápido e possuem mais facilidade de mandar a bola no alvo.

Alunos de olhos claros costumam ser os melhores da classe
Donos de olhos escuros pensam mais rápido, resolvendo problemas em tempo mais hábil. Pessoas de olhos claros já são mais lentos no raciocínio, mas são melhores em questões estratégicas e em decisões, ficando a frente em testes de planejamento e gerenciamento, destacando-se em jogos como o golf e na rotina de estudos.

Diabetes e surdez são mais presentes entre pessoas de olhos claros
Uma combinação de três genes seria o principal motivo pelo qual pessoas de olhos claros possuem maior tendência a terem diabetes. Pessoas de olhos azuis também tendem a ter mais problemas de audição e ficarem surdos porque o gene ligado à melanina ajuda a proteger nervos do cérebro relacionados à audição.

Teorias sobre os olhos claros
Pesquisadores da Universidade de Copenhage, na Dinamarca, acreditam que os olhos claros fazem parte de uma recente evolução humana e que uma única pessoa na costa do Mar Morto sofreu esta mutação aproximadamente 10 mil anos atrás, e que a partir dele surgiram descendentes de olhos azuis e verdes. Além disso, foi apontado que o responsável pela cor dos olhos não são os genes em si, pois eles determinam somente a falta de melanina, responsável pela cor dos olhos escuros. Logo, os pesquisadores defendem que todos teríamos olhos escuros originalmente, e fatores como o clima frio e peles mais claras colaboraram para essa mutação se espalhar por diversos continentes.