Fadiga ocular

Você já ouviu falar em fadiga ocular? Apesar de soar estranho, é um dos maiores males atuais, pois está vinculado especificamente com o estresse do mundo moderno. Dores de cabeça, irritação nos olhos, sensação de sonolência e cansaço, ardência, coceira e visão turva são sintomas apresentados constantemente por quem sofre deste mal, tanto em usuários de óculos como os que não apresentam nenhum tipo de refração.

A fadiga é um esforço contínuo que leva ao estresse e cansaço. No caso dos olhos, o período prolongado de uma leitura, do uso de computadores, televisão ou smartphones faz com que o órgão se esforce para ajustar de forma imperceptível o foco, por meio de contrações do músculo dentro dos olhos, e quanto maior o esforço contínuo, mais estresse das funções oculares. A qualidade e quantidade de iluminação em um ambiente também pode influenciar, assim como o ar condicionado, poeira, fumaça de cigarro, poluição, entre outros agravantes.
Uma forma que os olhos 'avisam' que o corpo precisa desacelerar é enviando espasmos às pálpebras. Ansiedade, estresse, fadiga, falta de sono e excesso de trabalho ou de cafeína no organismo são as principais causas desses tremores, chamados de mioquimia. Medidas simples no dia a dia podem colaborar para diminuir o ritmo e evitar a fadiga ocular. São eles:
  • Mantenha o ambiente com a umidade controlada, utilizando aparelhos específicos (umidificadores de ar) ou deixando um copo de água sobre a mesa de trabalho, por exemplo;
  • Sua área de trabalho deve ter iluminação adequada, sem reflexos na mesa, nos objetos ou no monitor. A cadeira e a mesa devem estar alinhadas para que a coluna fique ereta e confortável, para que os ombros e o pescoço mantenham-se relaxados. 
  • Nunca deixe de piscar. Temos o costume de piscar cinco vezes menos que o habitual em frente à computadores e televisores, por isso, é importante se policiar quanto a isso e também fazer pequenas pausas para descansar os olhos;
  • Se a fadiga atrapalhar o desempenho profissional, faça compressas geladas com água mineral ou filtrada por alguns minutos;
  • Mantenha o sono em dia. O corpo precisa de, no mínimo, 8 horas de sono diário para que não só o corpo como a mente aguente um dia todo de trabalho, estudos e atividades. A saúde agradece.